APRENDIZAGEM MATEMÁTICA NA PERSPECTIVA DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.51399/reunina.v2i2.22

Palavras-chave:

Aprendizagem Matemática, Educação Inclusiva, Intervenções Pedagógicas

Resumo

Este artigo busca refletir sobre como os processos de intervenções pedagógicas podem auxiliar a aprendizagem matemática na perspectiva da Educação Inclusiva. Em 2018, na tese de doutorado, analisamos as intervenções pedagógicas realizadas no Atendimento Educacional Especializado e na sala de aula regular, abrangendo quatro alunos com Deficiência Intelectual e Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade, matriculados nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental no município de Gravataí/RS. Os resultados da pesquisa evidenciaram que as intervenções pedagógicas na área da Matemática se constituem como um processo de ensino e aprendizagem contínuo e complexo que envolve múltiplos fatores e agentes de intervenção.

Palavras-chave: Aprendizagem Matemática. Educação Inclusiva. Intervenções Pedagógicas.

Biografia do Autor

Camila da Silva Nunes, Prefeitura Municpal de Canoas/Faculdade Unina

Licenciada em Matemática pela Universidade Luterana do Brasil (2011) e Licenciada em Pedagogia pela Faculdade Cenecista de Osório (2017). Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática pela Universidade Luterana do Brasil (2015) e Doutorado em Ensino de Ciências e Matemática pela Universidade Luterana do Brasil (2018). Atualmente é Gestora Comercial da Faculdade Unina na unidade de Gravataí/RS e Professora da Educação Básica (Educação Infantil) na Prefeitura Municipal de Canoas/RS. Tem experiência como Supervisora Escolar, Professora de Física, Matemática e Educação Infantil. Principais áreas de atuação: Educação Inclusiva, Educação Matemática, Educação a Distância, Educação de Jovens e Adultos, Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio.

Marlise Geller, Universidade Luterana do Brasil

Mestrado em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (1995) e doutorado em Informática na Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2004). Atualmente é professora adjunta da Universidade Luterana do Brasil, atuando no curso de Pedagogia e no PPGECIM (Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática). Principais interesses de pesquisa envolvem: Informática na Educação, Educação a Distância, Formação continuada de professores, Educação Inclusiva, Tecnologias Assistivas e inclusão digital. Atuou como professora-pesquisadora da Universidade Aberta do Brasil no projeto de Formação Continuada de Professores em Tecnologias da Informação e Comunicação Acessíveis (2001-2012). Coordenadora do LEI - Laboratório de Estudos de Inclusão do PPGECIM. Líder do Grupo de Pesquisa cadastrado no CNPq: Ensino de Ciências e Matemática na perspectiva da Educação Inclusiva.

Downloads

Publicado

2021-05-06

Como Citar

da Silva Nunes, C., & Geller, M. (2021). APRENDIZAGEM MATEMÁTICA NA PERSPECTIVA DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA. Revista De Educação Da Unina, 2(2). https://doi.org/10.51399/reunina.v2i2.22

Edição

Seção

Artigo