Revista de Educação da Unina https://revista.unina.edu.br/index.php/re <p>A <strong>Revista REUNINA</strong> tem por objetivo divulgar as pesquisas e socializar a produção acadêmica e científica da Faculdade Unina, de seu Programa de Pós-graduação, que reúne o Curso de Mestrado em Educação, o Mestrado está em processo de desenvolvimento institucional a ser credenciado e os demais e diversos Cursos de Especialização (Pós-graduação Lato Sensu), integrando a produção de conhecimentos avançados com a formação para a investigação científica dos cursos de Graduação, bem como articulando as pesquisas e práticas das atividades de Extensão Universitária. Visa ainda acolher pesquisas e estudos de outras entidades ou instituições científicas do Brasil e do Exterior, num percurso de permutas, de trocas e de orgânico intercâmbio de produções de conhecimentos e de inovações institucionais e produtivas, de práticas investigativas e de projetos de integração social.</p> <p>Editora Geral: Professora Dra. <strong><em>Yara Rodrigues de La Iglesia</em></strong></p> <p>Editor Executivo: Professor Doutor <strong><em>Eduardo Soncini Miranda</em></strong></p> <p> </p> <p><strong>CHAMADA PARA O SEGUNDO QUADRIMESTRE DE 2021 DA REVISTA REUNINA</strong></p> <p>Caros pesquisadores/as!</p> <p>A revista <strong>REUNINA,</strong> revista eletrônica de <strong>EDUCAÇÃO</strong>, está recebendo artigos, resenhas e ensaios. Serão aceitos para a submissão artigos com a temática sobre <strong>PAULO FREIRE </strong>(1921-1997) que contemplem a contribuição de sua teoria nos diferentes contextos da Educação. O objetivo é de homenagear o grande pensador, ano em que se comemora o centenário de seu nascimento.</p> <p>A submissão de propostas pode ser feita até o dia <strong>15/07/2021</strong>, no seguinte link: <a href="https://revista.unina.edu.br/index.php/re/about/submissions">https://revista.unina.edu.br/index.php/re/about/submissions</a></p> <p>Os textos deverão ser enviados de acordo com as diretrizes para Autores, respeitando as regras da ABNT e dentro do prazo estipulado. As correções gramaticais são responsabilidade dos autores, como o caráter teórico de seus textos.</p> <p>Contamos com a ajuda de todos/as na divulgação desta chamada e gostaríamos de convidá-los/las a apreciar os números anteriores da revista.</p> <p>As possíveis dúvidas podem ser enviadas para o e-mail: <a href="mailto:yara@unina.edu.br">yara@unina.edu.br</a> ou <a href="mailto:eduardo@miranda.edu.br">eduardo.soncini@unina.edu.br</a></p> <p>Cordialmente,</p> <p>Yara R. de la Iglesia e Eduardo Miranda.</p> Faculdade Unina pt-BR Revista de Educação da Unina 2675-9721 APRENDIZAGEM MATEMÁTICA NA PERSPECTIVA DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA https://revista.unina.edu.br/index.php/re/article/view/22 <p>Este artigo busca refletir sobre como os processos de intervenções pedagógicas podem auxiliar a aprendizagem matemática na perspectiva da Educação Inclusiva. Em 2018, na tese de doutorado, analisamos as intervenções pedagógicas realizadas no Atendimento Educacional Especializado e na sala de aula regular, abrangendo quatro alunos com Deficiência Intelectual e Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade, matriculados nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental no município de Gravataí/RS. Os resultados da pesquisa evidenciaram que as intervenções pedagógicas na área da Matemática se constituem como um processo de ensino e aprendizagem contínuo e complexo que envolve múltiplos fatores e agentes de intervenção.</p> <p><strong>Palavras-chave:</strong> Aprendizagem Matemática. Educação Inclusiva. Intervenções Pedagógicas.</p> Camila da Silva Nunes Marlise Geller Copyright (c) 2021 Revista de Educação da Unina https://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0 2021-05-06 2021-05-06 2 2 10.51399/reunina.v2i2.22 O TRABALHO DOCENTE: FUNDAMENTOS DE PRECARIZAÇÃO E PROLETARIZAÇÃO PRESENTES NA POLÍTICA NACIONAL E SEUS REFLEXOS NA REGIÃO DOS INCONFIDENTES-MG (1964-2017) https://revista.unina.edu.br/index.php/re/article/view/28 <p>Este artigo&nbsp;tem como objetivo analisar a problemática da precarização&nbsp;e proletarização&nbsp;do trabalho docente no contexto político&nbsp;da microrregião dos Inconfidentes. Percebe-se que a docência no Ensino Básico nacional tem passado por um processo de transformação, que tem seu início pós-promulgação da LDB 4024/61 e se estende até os dias atuais. Buscou-se&nbsp;analisar&nbsp;as transformações políticas e educacionais que ocorreram no Brasil,&nbsp;do período ditatorial até a reforma do Estado e das políticas públicas nos anos de 1990 à&nbsp;2017. Entende-se que, com a mudança no cenário político brasileiro para educação, essa influenciou e tem influenciado professores/as e futuros/as professores/as em avaliar negativamente a condição real da profissão, fato que externaliza o problema da precarização&nbsp;e proletarização, questão fortemente marcada em tempos de pandemia. Com base na análise bibliográfica e documental, essa análise&nbsp;terá como referencial metodológico o caráter qualitativo e quantitativo da produção. Entende-se que essa proposta metodológica é fundamental porque auxiliará na análise das fontes do período em questão e na produção acadêmica acerca do tema, para demonstrar o processo histórico e as medidas que possibilitaram a reformulação do trabalho docente. Para responder sobre essa transformação do ensino básico, busca-se analisar o panorama histórico da educação brasileira, no sentido de demonstrar que as mudanças nas políticas públicas impactam diretamente na realidade escolar de Mariana e Ouro Preto, no que tange a atuação dos e das professores e professoras no contexto escolar da região.</p> Marcelo Silva Glauber Borges Copyright (c) 2021 Revista de Educação da Unina https://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0 2021-05-06 2021-05-06 2 2 10.51399/reunina.v2i2.28 A BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR E A EDUCAÇÃO BÁSICA https://revista.unina.edu.br/index.php/re/article/view/29 <p>A Base Nacional Comum Curricular é um documento normativo, voltado para a construção de currículos e propostas pedagógicas na Educação Básica. Trabalha com os conceitos de aprendizagens essenciais, competências e educação integral. Tem por objetivo diminuir as desigualdades educacionais e sociais no imenso território brasileiro, via educação, colocando o estudante no centro de todo o processo educacional. A Base sofre inúmeras críticas de diversos setores e atores, porém é um documento homologado pelo Ministério da Educação e deve ser cumprido. A Educação Básica está dividida em três etapas: Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio, oito modalidades de ensino e três princípios norteadores. As escolas de Educação Básica precisam construir seus currículos, suas propostas e práticas pedagógicas a partir deste novo marco referencial, mesmo observando que nenhum professor ou professora que atua no nível escolar da Educação Básica teve sua formação inicial pautada nos paradigmas da BNCC. Neste sentido, o nosso objetivo central é apresentar e discutir a Base Nacional Comum Curricular, enquanto documento normativo, além de caracterizar a Educação Básica.</p> Lucas Portilho Nicoletti Cesar Adriano Ribeiro Nunes Arlete Guisso Scaramuzza Portilho Nicoletti Copyright (c) 2021 Revista de Educação da Unina https://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0 2021-05-06 2021-05-06 2 2 10.51399/reunina.v2i2.29 A EDUCAÇÃO EM TEMPOS DE PANDEMIA: PRIMEIRAS APROXIMAÇÕES https://revista.unina.edu.br/index.php/re/article/view/30 <p>Este trabalho tem o objetivo de apresentar e problematizar a realidade educacional das escolas e dos alunos no tocante as necessidades estruturais e materiais, que são essenciais para garantir a oferta da Educação de qualidade na modalidade remota de ensino, que é o recurso utilizado nesse momento de pandemia do coronavírus para a oferta da educação. Para isso, o artigo iniciou o assunto apresentando a definição e as características das Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC). Em seguida, o artigo abordou a definição de Educação, os avanços da Educação na última década do século XX e nas duas primeiras décadas do Século XXI, momento em que também ocorreu um retrocesso nos investimento da Educação com a aprovação de Proposta de Emenda Constitucional. Por último, foram apresentadas e problematizadas as informações que mostram a realidade da educação pública, no tocante as condições de acesso a recursos tecnológicos da TIC e do acesso a internet, uma vez que esses são requisitos essenciais para garantir, na modalidade remota de ensino utilizada na pandemia, a educação de qualidade para os alunos.</p> Emanuel Mangueira Carvalho Copyright (c) 2021 Revista de Educação da Unina https://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0 2021-05-06 2021-05-06 2 2 10.51399/reunina.v2i2.30 A HISTÓRIA COMO PRESSUPOSTO FILOSÓFICO PARA A FORMAÇÃO (POLÍTICA) DOCENTE https://revista.unina.edu.br/index.php/re/article/view/32 <p>Este artigo tem como objetivo compreender<strong>&nbsp;</strong>a matriz teórico-metodológica a Organização do Trabalho Didático, como fundamento para entender a História da Escola Pública Contemporânea. Considera-se que esse pressuposto é importante para formação docente na relação entre educador e educando.&nbsp;A base da análise sobre a discussão partirá da crítica ao modelo manufatureiro, ora negligenciado à formação docente, mas que consideramos fundamental para compreendermos a escola do nosso tempo.&nbsp;Para a realização do trabalho utilizamos a pesquisa qualitativa, com base na análise bibliográfica acerca da discussão sobre a produção da escola moderna. A análise sobre a teoria da história para compreensão do processo da formação docente será questão fundamental para a discussão da organização didática de nosso tempo.&nbsp;Nesta perspectiva será fundamental&nbsp;trazer para a discussão, algo que categoricamente está sendo banalizado nos dias de hoje, o ser humano e sua formação docente. Entendermos o sentido da organização do trabalho didático, a fim propiciarmos um mundo educativo melhor para os&nbsp;trabalhadores da educação&nbsp;básica.</p> José Santos Marcelo Silva Letícia Recalde Copyright (c) 2021 Revista de Educação da Unina https://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0 2021-05-06 2021-05-06 2 2 10.51399/reunina.v2i2.32 ESTADO E POLÍTICA EDUCACIONAL NO BRASIL: PROJETOS EDUCACIONAIS EM DISPUTA (1995-2016) https://revista.unina.edu.br/index.php/re/article/view/33 <p>Este texto busca refletir sobre a politica educacional e sua relação com o contexto politico e econômico do período em questão. O estudo tem como foco central uma análise da política educacional desenvolvida no Brasil no período que compreende os governos de Fernando Henrique Cardoso, Luís Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff (1995-2016). Para tanto, busca-se explicitar quais pressupostos econômicos e políticos fundamentaram as políticas educacionais no Brasil de 1995 a 2016, bem como as influências internacionais na organização do Estado e na promoção da política educacional brasileira. O estudo demonstra que os princípios do liberalismo e, portanto, da lógica do mercado tem sido a referência par a organização das políticas educacionais no período em estudo. Constata-se uma mudança significativa nos governos Lula e Dilma no sentido de ampliar os direitos sociais e o acesso à educação por parte das camadas sociais menos favorecidas.</p> Adair Angelo Dalarosa Beatriz Regina Machado Copyright (c) 2021 Revista de Educação da Unina https://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0 2021-05-06 2021-05-06 2 2 10.51399/reunina.v2i2.33 BRINQUEDOTECAS HOSPITALARES: ESPAÇOS DE LUDICIDADE E APRENDIZAGEM PARA CRIANÇAS DA EDUCAÇÃO INFANTIL https://revista.unina.edu.br/index.php/re/article/view/48 <p>Este artigo resulta de uma pesquisa sobre brinquedotecas hospitalares como espaços de ludicidade e de aprendizagem para crianças da Educação Infantil, que objetivou verificar o perfil das profissionais que atuam nas brinquedotecas hospitalares e quais atividades realizam com as crianças hospitalizadas para aprenderem e desenvolverem-se por meio da ludicidade. Para seu desenvolvimento recorremos a uma revisão de literatura que nos oportunizou aprofundar sobre o referencial teórico básico importante ao desenvolvimento da pesquisa qualitativa realizada, dentre eles destacamos Negrine (2013), Batista; Moreno; Paschoal (2011), dentre outros. As observações foram realizadas na brinquedoteca de um hospital público de Campo Grande/MS, momentos em que observamos as atividades desenvolvidas e as relações estabelecidas entre crianças e professoras. Constatamos que ainda é necessário percorremos um logo caminho para que as práticas de ludicidade nas brinquedotecas hospitalares tornem-se suportes importantes para o desenvolvimento e aprendizagens das crianças.</p> Thatiana Gonçalves Ignacio Ordália de Almeida Milene Bartolomei Silva Copyright (c) 2021 Revista de Educação da Unina https://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0 2021-05-06 2021-05-06 2 2 10.51399/reunina.v2i2.48 DIÁLOGOS COM ROUSSEAU E EMMI PIKLER PARA PENSAR A EDUCAÇÃO DA CRIANÇA DE ZERO A TRÊS ANOS https://revista.unina.edu.br/index.php/re/article/view/44 <p>O trabalho docente com crianças pequenas no contexto atual, tem se tornado cada vez mais presente nos cursos de formação de professores. Este artigo aborda especialmente os pressupostos para a ação docente e objetiva desenvolver uma triangulação entre as contribuições teóricas que abordam a educação dessa faixa etária e a atividade docente numa instituição educativa. As discussões teóricas trazem contribuições e possibilidades para se dissertar e refletir sobre a prática docente em salas de Educação Infantil, para tanto, estabelecemos uma relação entre os autores Rousseau (1712 – 1778) e Pikler (1902 – 1985), que abordam em tempos distintos pressupostos teórico-práticos que contribuem para a formação de professores/as de crianças pequenas. Realizamos, inicialmente, estudos de fundamentação teórica, para em seguida, com a sustentação de um Protocolo de Observação, acompanharmos a prática de uma professora de crianças de zero a três anos. Estabelecemos a relação entre teoria e prática, as concepções dos pensadores estudados, referências para a educação da infância, evidenciando o que deve constituir a prática docente em sala de Educação Infanti e no processo educativo. Constamos que a ação docente entrelaça concepções teórico-práticas e se constituem em novas contribuições para a formação de professoras dentro das salas de crianças de zero a três anos de idade.</p> Maria Eugenia Nachif Ordália Alves de Almeida Ana Paula Melim Copyright (c) 2021 Revista de Educação da Unina https://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0 2021-05-06 2021-05-06 2 2 10.51399/reunina.v2i2.44 DA “ORDEM” AO CAOS: A FALÁCIA DA EDUCAÇÃO ATUAL FRENTE À DEMANDA DE CONSTRUÇÃO DE NOVOS PARADIGMAS EDUCACIONAIS https://revista.unina.edu.br/index.php/re/article/view/51 <p><strong>&nbsp;</strong></p> <p><strong>RESUMO</strong></p> <p><strong>&nbsp;</strong></p> <p>&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp; O artigo busca analisar a abrupta disruptura efetivada nas práticas de ensino e de aprendizagem costumeiramente consideradas na tradição pedagógica e formativa atual, em razão da pandemia da COVID 19. Destaca as causas e os impactos desta realidade e aponta as contradições e desafios para os professores formadores, para a pesquisa pedagógica e para a organização de novos paradigmas de educação e de ensino. Apresenta a potencialidade crítica da Pedagogia Histórico-Crítica para a radiografia do presente momento e para a possibilidade de sua superação.</p> <p><strong>&nbsp;</strong></p> <p>&nbsp;</p> <p>&nbsp;</p> <p><strong>ABSTRACT</strong></p> <p><strong>&nbsp;</strong></p> <p><strong>&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp; </strong>The article seeks to analyze the abrupt disruption effected in teaching and learning practices usually considered in the current pedagogical and training tradition, due to the pandemic of COVID 19. It highlights the causes and impacts of this reality and points out the contradictions and challenges for teacher educators , for pedagogical research and for the organization of new education and teaching paradigms. It presents the critical potential of Historical-Critical Pedagogy for the radiography of the present moment and for the possibility of overcoming it.</p> <p><strong>&nbsp;</strong></p> <p>&nbsp;</p> <p><strong>&nbsp;</strong></p> Rosangela Alves da Silveira Ediléia Alves Mendes Souza Copyright (c) 2021 Revista de Educação da Unina https://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0 2021-05-06 2021-05-06 2 2 10.51399/reunina.v2i2.51 EDITORIAL REUNINA https://revista.unina.edu.br/index.php/re/article/view/55 Eduardo Soncini Miranda Yara Rodrigues de la Iglesia Copyright (c) 2021 Revista de Educação da Unina https://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0 2021-05-06 2021-05-06 2 2 10.51399/reunina.v2i2.55 FORMAÇÃO PROFISSIONAL CONTINUADA https://revista.unina.edu.br/index.php/re/article/view/54 Dra. Wilma de Lara Bueno Copyright (c) 2021 Revista de Educação da Unina https://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0 2021-05-06 2021-05-06 2 2 10.51399/reunina.v2i2.54 FILOSOFIA A POLIFONIA DA RAZÃO https://revista.unina.edu.br/index.php/re/article/view/31 <p>A obra "Filosofia a polifonia da razão - filosofia e educação", de Olgária Matos, apresenta uma dialética entre a evolução histórica do pensamento filosófico ocidental e as suas correlações com o desenvolvimento da educação no sentido da definição dos princípios da paideia, da cultura grega clássica à modernidade.</p> Sandro Ivo de Meira Copyright (c) 2021 Revista de Educação da Unina https://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0 2021-05-06 2021-05-06 2 2 10.51399/reunina.v2i2.31