ESTADO E POLÍTICA EDUCACIONAL NO BRASIL: PROJETOS EDUCACIONAIS EM DISPUTA (1995-2016)

Autores

  • Adair Angelo Dalarosa Universidade Estadual do Centro Oeste (UNICENTRO)
  • Beatriz Regina Machado Universidade Estadual do Centro Oeste (UNICENTRO)

DOI:

https://doi.org/10.51399/reunina.v2i2.33

Palavras-chave:

Estado, Politica, Educação

Resumo

Este texto busca refletir sobre a politica educacional e sua relação com o contexto politico e econômico do período em questão. O estudo tem como foco central uma análise da política educacional desenvolvida no Brasil no período que compreende os governos de Fernando Henrique Cardoso, Luís Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff (1995-2016). Para tanto, busca-se explicitar quais pressupostos econômicos e políticos fundamentaram as políticas educacionais no Brasil de 1995 a 2016, bem como as influências internacionais na organização do Estado e na promoção da política educacional brasileira. O estudo demonstra que os princípios do liberalismo e, portanto, da lógica do mercado tem sido a referência par a organização das políticas educacionais no período em estudo. Constata-se uma mudança significativa nos governos Lula e Dilma no sentido de ampliar os direitos sociais e o acesso à educação por parte das camadas sociais menos favorecidas.

Referências

BRZEZINSKI, Iria. Tramitação e Desdobramentos da LDB/1996: Embates entre Projetos Antagônicos de Sociedade e de Educação. Revista Trabalho, Educação e Saúde. Rio de Janeiro. V.8 n .2, p. 185-206, 2010.

BRASIL. Ministério da Educação. Plano Nacional de Educação. Brasília. 1998.

DALAROSA, A. A. Estado, educação e cidadania. Caçador, SC: UNC, 1998.

ENGELS, F e MARX, K. Textos Sobre Educação e Ensino. São Paulo: Ed. Moraes, 1992.

ENGELS, F. Dialética de la Naturaleza. Buenos Aires: Ed. Problemas, 1941.

ENGELS Friedrich. A Origem da Família, da Propriedade Privada e do Estado. Rio de Janeiro: Ed. Vitória, 1981.

FOUGEYROLLAS, Pierre. Ciencias Sociales y Marxismo. México: Ed. Fondo de Cultura Economica, 1981.

FRIGOTTO, GAUDÊNCIO. Os Circuitos da história e o balanço da educação no Brasil na primeira década do Século XXI. Conferência de abertura da XXXIII Reunião Anual da Associação de Pesquisas e Pós-graduação. Caxambu, MG, 2010.

FRIGOTTO, G; CIAVATTA, M. Educação Básica no Brasil na década de 1990: subordinação ativa e consentida à lógica do mercado. Educ. Soc., Campinas, v. 24, n.82, p. 93-130, abril 2003.

GRAMSCI, Antonio. Cadernos do cárcere. 2ª Ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2007.

GRAMSCI, Antonio. A formação dos intelectuais. Amadora, Portugal: Fronteira, 1976.

MARX, Karl; ENGELS, Friederich. A Ideologia Alemã. São Paulo: Martins Fontes, 2002.

NOSELLA, Paolo. A escola de Gramsci. Porto Alegre: Artes Médicas, 2004.

MARX, K. e ENGELS, F. A ideologia Alemã, Editora Moraes, São Paulo, 1984.

MASCARENHAS, Fernando, Entre o Ócio e o Negócio: Teses sobre a anatomia do lazer. Tese de Doutorado. FEF/UNICAMP.2005.

MÈSZÁROS, István. Filosofia, Ideologia e Ciências Sociais. São Paulo: Ed. Ensaio, 1986.

MÉSZÁROS, István, A educação para além do capital. São Paulo: Ed. Boitempo, 2ª.ed. 2008

NETTO, J. P. Crise do Marxismo e Ofensiva Neoliberal. São Paulo: Ed. Cortez, 1992.

SANFELICE. J. L. Prefácio. In. DALAROSA, A. A. Estado, educação e cidadania. Caçador, SC: UNC, 1998.

SAVIANI, D. Política e Educação no Brasil, São Paulo: Cortez / Autores Associados, 1989.

SAVIANI, D. Pedagogia Histórico-Crítica, Autores Associados, Campinas, 2004.

NEVES, L. M. W.; PRONKO, M. A. O mercado do conhecimento e o conhecimento para o mercado: da formação para o trabalho complexo no Brasil contemporâneo. Rio de Janeiro: EPSJV, 2008.

OLIVEIRA, Francisco. A dominação globalizada: estrutura e dinâmica da dominação burguesa no Brasil. En publicación: Neoliberalismo y sectores dominantes. Tendencias globales y experiencias nacionales. Basualdo, Eduardo M.; Arceo, Enrique. CLACSO, Consejo Latinoamericano de Ciencias Sociales, Buenos Aires. Agosto 2006. ISBN: 987-1183-56-9

SILVA, Maria Abádia da. Intervenção e consentimento: a política educacional do Banco Mundial. Campinas, SP: Autores Associados: São Paulo: Fapesp, 2002.

SOARES, M. C. C. Banco Mundial: políticas e reformas. In: TOMMASE, L. de., WARDE, M. J., HADDAD, S. (Orgs). O Banco Mundial e as Políticas Educacionais. São Paulo: Cortez, 1996.

SOUZA, ANTONIO CARLOS. NUNES, CÉSAR.A. Contradições e Desafios Econômico-Político-Ideológicos do PNE 2014-2024. Revista Pró-educação, Pouso Alegre, V. 2, nº 6, P. 393-415. 2017.

NUNES, CÉSAR. POLLI, JOSÉ RENATO. (ORGANIZADORES). Educação, humanização e cidadania: fundamentos éticos e práticas politicas para uma pedagogia humanizadora. Jundiaí, SP: Editora In IIouse c Editora Brasílica (coedição), 2018.

Downloads

Publicado

2021-05-06

Como Citar

Dalarosa, A. A. ., & Machado, B. R. . (2021). ESTADO E POLÍTICA EDUCACIONAL NO BRASIL: PROJETOS EDUCACIONAIS EM DISPUTA (1995-2016). Revista De Educação Da Unina, 2(2). https://doi.org/10.51399/reunina.v2i2.33

Edição

Seção

Artigo