Aspectos das habilidades da compreensão leitora do aluno da EJA em regime de privação de liberdade.

Autores

  • Elisângela Santiago Mota Universidade Estadual de Montes Claros
  • Cláudia Aparecida Ferreira Machado Universidade Estadual de Montes Claros

Palavras-chave:

Alunos em Situação de Privação de Liberdade, Habilidades de Leitura, EJA, Ensino Fundamental, Leitura Significativa

Resumo

Sabe-se que é necessário ações efetivas para garantir a preparação do indivíduo em privação de liberdade para conviver novamente no meio social. Há várias práticas que podem ser desenvolvidas para ressocialização desse apenado. Uma delas é a leitura. Isso porque não se pode negligenciar a importância da leitura para garantir direitos, ampliar a capacidade crítica e libertação do que era para o outro que se transforma, conforme Freire (1989) afirma. Com o intuito de investigar em que nível a habilidade de leitura desses apenados se encontram, realizou-se uma pesquisa qualitativa para verificação das competências leitoras já consolidadas e não consolidadas desses indivíduos. Os contemplados foram os alunos dos 8º e 9º anos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) em situação de privação de liberdade, da Escola Estadual Padre Henrique Munáiz Puig, localizada no Presídio Regional de Montes Claros. O objetivo desse trabalho foi fazer um levantamento para identificar se esse aluno-leitor em privação de liberdade está usufruindo significativamente daquilo que se lê. A coleta dos dados foi realizada por, primeiramente, um questionário com sete perguntas pessoais, com o intuito de traçar parcialmente o perfil do pesquisado e, em seguida, realizou-se uma avaliação diagnóstica contemplando gêneros textuais variados, cujas questões basearam-se nos descritores da Matriz de Referência de Língua Portuguesa do SAEB, referente ao 9º ano do Ensino Fundamental. Este estudo foi fundamento em Freire (1996), Freire (1987), Solé (1998), Oliveira, Lúcio e Miguel (2016, Julião e Paiva (2014), Sistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB) e Leis de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDBEN).

 

Biografia do Autor

Cláudia Aparecida Ferreira Machado, Universidade Estadual de Montes Claros

Dra. Cláudia Aparecida Ferreira Machado, professora do PPGE - Unimontes

Referências

BEZERRA, Mirthiani; MARTINS, Leonardo. Escolarização dos pais é decisiva no nível educacional dos filhos, diz IBGE. Uol. São Paulo, 15/12/2017. Disponível em: https://educacao.uol.com.br/noticias/2017/12/15/so-46-dos-filhos-de-pais-sem-ensino-fundamental-tem-diploma-no-brasil.htm

BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). Matrizes de referência de língua portuguesa e matemática do SAEB: documento de referência do ano de 2001. Brasília, DF: INEP, 2020.

BRASIL. Lei 7.210, de 11 de julho de 1984. Institui Lei de Execução Penal. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 13 jul. 1984.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, LDB. 9394/1996.

BRASIL. Ministério da Justiça e Segurança Pública. Departamento de Penitenciário Nacional. Levantamento Nacional de Informações Penitenciárias (INFOPEN). Atualização - Junho de 2017.

BRASIL. Plano Nacional de Política Criminal e Penitenciária, PNPCP. Ministério da Justiça e Segurança Pública. Brasília, DF, 2019. Disponível em: https://www.gov.br/depen/pt-br/composicao/cnpcp/plano_nacional/PNPCP-2020-2023.pdf

BRASIL. Ministério da Educação. Matrizes e Escalas. SAEB - Sistema de Avaliação da Educação Básica, 2020. Disponível em: https://www.gov.br/inep/pt-br/areas-de-atuacao/avaliacao-e-exames-educacionais/saeb/matrizes-e-escalas

CAVALCANTE, Kellison Lima. A leitura como processo de conhecimento do mundo e formação social. Anais do V CONAPESC. Campina Grande: Realize Editora, 2020. Disponível em: <http://editorarealize.com.br/artigo/visualizar/73140>. Acesso em: 02/07/2021 20:37

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 11ª ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987. Disponível em: https://cpers.com.br/wp-content/uploads/2019/10/Pedagogia-do-Oprimido-Paulo-Freire.pdf

FREIRE, Paulo. A Importância do Ato de Ler: em três artigos que se completam. 32 ed. São Paulo: Cortez, 1996.

SOLÉ, Isabel. Estratégias de leitura. Tradução Cláudia Schilling. Porto Alegre: ArtMed, 1998. 6ª edição.

JULIÃO, Elionaldo Fernandes; PAIVA, Jane. A leitura no espaço carcerário. Florianópolis: UFSC, 2014. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/perspectiva/article/view/2175-795X.2014v32n1p111/pdf_21

MINAS GERAIS. Plano de Educação para Pessoas Privadas de Liberdade e Egressas do Sistema Prisional de Minas Gerais. Secretaria de Estado da Educação e Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública. Belo Horizonte, 2021. Disponível em http://www.depen.seguranca.mg.gov.br/images/2021/MAIO/Plano_27833794_PLANO_DE_EDUCACAO_de_MG_com_ajustes_07.04.pdf

OLIVEIRA, Katya Luciane de; LUCIO, Patrícia Silva; MIGUEL, Fabiano Koich. Considerações Sobre a Habilidade de Compreensão em Leitura e Formas de sua Avaliação. Scielo, São Paulo. Psicol. Esc. Educ. 20 (1) • Jan-Apr 2016. Disponível em: https://www.scielo.br/j/pee/a/NvqcfrGMv5nXVf8RCH6S9wB/?lang=pt#

Downloads

Publicado

2021-09-24

Como Citar

Santiago Mota, E., & Aparecida Ferreira Machado, C. . (2021). Aspectos das habilidades da compreensão leitora do aluno da EJA em regime de privação de liberdade. Revista De Educação Da Unina, 2(3). Recuperado de https://revista.unina.edu.br/index.php/re/article/view/65

Edição

Seção

Artigo